Setor energético Brasileiro em 2019: Demanda

A ASM analisou algumas informações presentes na base de dados da Empresa de Pesquisa Energética de 2019
Publicado em:

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) realizou em 2019 um estudo que possibilitou a geração de uma base de dados sobre os gastos de energia no ano citado. De acordo com as análises realizadas, a consumo final de energia elétrica foi cerca 535 mil GW/h, apresentando um aumento de 4,6% em relação ao mesmo período do ano passado (2018).

Dentre todo este valor de consumo final, aproximadamente 136 mil GW/h são de fonte residencial, 90 mil GW/h são de fonte comercial, 44 mil GW/h de fonte pública e 29 mil GW/h de fonte agropecuária.

Dentro do setor de transportes, o consumo total de energia elétrica foi de apenas aproximadamente 2 mil GW/h. Já dentro do setor industrial, o consumo total foi de 200 mil GW/h, sendo “alimentos e bebidas” o segmento de maior destaque.

A ASM constatou a partir de informações presentes na base de dados da EPE que devido aos baixos níveis de reservatórios de hidrelétricas em 2018, os níveis de importação de energia elétrica subiram desde então, chegando à 34.980 GW/h em 2019.

Mesmo apresentando um aumento no consumo de energia elétrica, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apresenta uma redução de 4,9% nas tarifas de eletricidade dos consumidores brasileiros em 2019 e 2020.

Após acordo com bancos no início de 2019, Aneel conta com uma redução de 3,7% nas tarifas em 2019 e uma previsão de redução de 1,2% para 2020.

No próximo post, a ASM abordará os meios de energia alternativos e seu crescimento em 2019.